segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Corpos Cetônicos

Corpos cetônicos são três compostos, que apresentam o grupo funcional cetona, produzidos através da quebra de ácidos graxos no fígado. São eles acetoacetato, beta-hidroxibutirato e acetona. Ao contrário do que sugere o nome “corpos”, que se da a partículas insolúveis, os corpos cetônicos são solúveis no sangue e na urina.


A cetogênese (síntese de corpos cetônicos) acontece na mitocôndria das células do fígado e se da devido ao excesso de Acetil-CoA  formada durante a oxidação de ácidos graxos.  Acontece então a condensação de duas moléculas de Acetil-CoA que são catalisadas pela tiolase para a formação do acetoacetil-CoA, progenitor dos três corpos cetônicos .O acetoacetil-CoA condensa-se com o acetil-CoA e é formado o beta-hidroximetilglutaril-CoA, o qual é quebrado formando acetil-CoA e o acetoacetato livre.
O acetoacetato livre pode ser reduzido nos dois outros corpos cetônicos, quando é descarboxilizado forma-se a acetona (1), uma reação espontânea ou causada pela ação da enzima acetoacetato descarboxilase e quando é catalisado pela enzima  D-beta-hidroxibutirato desidrogenage (uma enzima mitocondrial) forma-se o beta-hidroxibutirato (2).


acetoacetato acetona + CO2                                                                (1)
acetoacetato + NADH D-β-hidroxibutirato + NAD+   (2)

O beta-hidroxibutirato como combustível  para os tecidos extra-hepáticos é levado pela corrente sanguínea e é convertido em acetoacetato, uma reação catalisada pela mesma enzima que permite a metabolização do beta-hidroxibutirato no fígado. O acetoacetato, o qual é ativado com uma enzima fornecida pelo succinil-CoA, permite a metabolização do acetoacetil-CoA e este, formado, sofre cisão tiolítica e o acetil-Coa formado é oxidado a CO2, no ciclo de Krebs, e empregado na produção de energia.
A produção de corpos cetônicos é uma fisiologia, mas quando acontece excessivamente torna-se uma patologia (jejum ou diabetes melitus tipo 1 não tratada, por exemplo). Nesses casos tem-se o que chamamos de cetose (o nível de corpos cetônicos no plasma sanguíneo está elevado) e com isso o pH do sangue diminui bastante (acidose). Também se encontra corpos cetônicos na urina (cetonúria), quando a cetogênese esta muito acelerada, o que é um sinal de descompensação da diabetes.
                                                                                                                  Postado por:   Luana Barros

Fontes:
Bioquímica básica – Bayardo Baptista
Bioquímica básica –  Carlos Parada Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário